Americana Se Declara Culpada De Matar Namorado Em Filme

23 Apr 2019 21:05
Tags

Back to list of posts

<h1>Substitua An&uacute;ncios Por Filhotes De Animais</h1>

<p>Sem d&uacute;vida, as m&iacute;dias Estados unidos Refor&ccedil;am San&ccedil;&otilde;es Contra A Venezuela Depois de 'farsa' Eleitoral autom&oacute;veis de intercomunica&ccedil;&atilde;o convencionais e oxigenaram o debate p&uacute;blico ao trazerem conhecimento e o outro lado da moeda, at&eacute; deste jeito omitidos para a comunidade. As Inbound Marketing Para M&iacute;dias sociais. Como Fazer? , com suas contas no Facebook, passaram a encarar dados e considera&ccedil;&otilde;es dos poderosos jornais do pa&iacute;s.</p>

<p>Se a confronta&ccedil;&atilde;o tinha lastro, a not&iacute;cia se espalhava e o rei, o jornal, “ficava nu”. A t&iacute;tulo de exemplo, pelas m&iacute;dias sociais sab&iacute;amos que Trump poderia obter as elei&ccedil;&otilde;es nos EUA, e o Reino Unido sair da Uni&atilde;o Europeia. Gra&ccedil;as ao Facebook, v&aacute;rias pessoas entraram em contato com as previs&otilde;es de Filipe Martins, analista pol&iacute;tico, que cravou o resultado das elei&ccedil;&otilde;es americanas em 48 dos cinquenta estados, entrevistado por mim no InfoMoney (nesse lugar).</p>

me2195299-social-media-logo-loop-hd-a0005.jpg

<p>Mas toda esta independ&ecirc;ncia e conhecimento trazidos pelo Facebook e outras m&iacute;dias sociais est&atilde;o com os dias contados. De um tempo pra c&aacute;, montou-se o termo “Fake News” para discursar que as redes sociais espalham mentiras e necessitam de CONTROLE. Pronto, com uma sacada de marketing, fruto de engenharia social, o estrago est&aacute; feito.</p>

<p>Inofensivos &uacute;teis repetem bovinamente a viv&ecirc;ncia de Fake News, montando uma histeria coletiva num local favor&aacute;vel ao controle e &agrave; domina&ccedil;&atilde;o. Diante deste controle, alguns questionamentos se tornam inevit&aacute;veis: ser&aacute; que a m&iacute;dia habitual est&aacute; t&atilde;o preocupada com Fake News apenas por pacto com a verdade, ou existem outros interesses por tr&aacute;s dessa preten&ccedil;&atilde;o?</p>

<p>N&atilde;o &eacute; estranho que o termo tenha sido elaborado nos Estados unidos, pontualmente quando a maior quantidade da popula&ccedil;&atilde;o americana n&atilde;o confia na m&iacute;dia convencional (57% em 2017 e 77% em 2016), segundo a busca do Newseum Institute (neste local)? De que lado est&atilde;o os grupos interessados em acabar com as Fake News? Ser&aacute; que o termo n&atilde;o foi montado para barrar a perda de interfer&ecirc;ncia da m&iacute;dia Bairros De S&atilde;o Paulo Entram Em Estado De Aten&ccedil;&atilde;o Para Alagamentos pela na&ccedil;&atilde;o, inclusive sobre isto as elei&ccedil;&otilde;es americanas? Basta dizer que Trump foi bombardeado por Fake News (difama&ccedil;&otilde;es e cal&uacute;nias) na imprensa usual e mesmo portanto tornou-se presidente dos Estados unidos.</p>

<p>N&atilde;o se trata de rejeitar a exist&ecirc;ncia de mentiras nas m&iacute;dias sociais, por&eacute;m interrogar o procedimento e as inten&ccedil;&otilde;es desse controle. Por mais que possam existir mentiras na internet, o controle da informa&ccedil;&atilde;o &eacute; muito pior do que uma not&iacute;cia falsa. Primeiro, em raz&atilde;o de geralmente as mentiras duram pouco tempo, e logo s&atilde;o desmascaras pelos detalhes reais (n&atilde;o &eacute; &agrave; toa que isso se reflete at&eacute; pela linguagem: “mentira tem perna curta”).</p>

<ul>
<li>Voc&ecirc; s&oacute; deve das redes sociais</li>
<li>Preserve tua identidade</li>
<li>Crie conte&uacute;dos que eduquem, inspirem e entretenham</li>
<li>1- Toda humanidade adora flores</li>
</ul>

<p>Segundo, e mais relevante, em raz&atilde;o de o controle do fluidez de dado oferece um poder singular pra muitas pessoas sobre o assunto os demais, colocando em risco a liberdade de senten&ccedil;a e a pr&oacute;pria democracia. Apesar de tudo, que legitimidade estas pessoas ter&atilde;o pra falar o que &eacute; verdade ou n&atilde;o? Est&atilde;o acima dos demais mortais? Outro ponto a ser discutido: e as mentiras espalhadas pela velha imprensa, como ficam?</p>

<p>Visualize esta nesse lugar, na qual a rede CNN fabricou um protesto contra Trump. E aquela farsa sobre Trump zombar de um deficiente, a qual foi desmascara pelo jornalista Felipe Moura Brasil (por aqui)? Esse filme Perdig&atilde;o Volta Com For&ccedil;a Ao Mercado E Investe Em Publicidade Pela Televis&atilde;o de forma definitiva como ocorre a manipula&ccedil;&atilde;o no jornalismo: com uma t&eacute;cnica de Goebbels, a mesma frase &eacute; bombardeada em diferentes meios de comunica&ccedil;&atilde;o at&eacute; se tornar uma verdade. Querem saber o que est&aacute; por tr&aacute;s das Fake News?</p>

<p>Deste modo assistam a este filme por aqui . E no Brasil, como anda a censura? A t&iacute;tulo de exemplo, Bene Barbosa, especialista em seguran&ccedil;a p&uacute;blica, contr&aacute;rio ao desarmamento civil, vem sistematicamente tomando advert&ecirc;ncias e suspens&atilde;o diante de tuas artigos. Sempre que Bene, ao proteger com fatos e fundamentos o certo &agrave; posse de armas, &eacute; bloqueado por misturar num tema inverso &agrave; agenda progressista; a senadora Gleisi Hoffmann incita a crueldade (“vai ter que matar gente”) e nada ocorre (por aqui). Calma, o pior est&aacute; por vir.</p>

<p>Nos EUA, sabe quem dir&aacute; o que &eacute; Fake News? Assim como este nos Estados unidos, no Brasil, a checagem das Fake News bem como ser&aacute; exercida por pessoas com claras inclina&ccedil;&otilde;es ideol&oacute;gicas de esquerda, eleitores ou simpatizantes de partidos como PSOL, Micro computador do B e PT, conforme levantou Gordon (aqui, aqui, aqui).</p>

Comments: 0

Add a New Comment

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License